sexta-feira, dezembro 24, 2010

Carta

Querido Pai Natal:
Bem sei que já se vai fazendo tarde e que estamos muito em cima da hora, mas um gajo também é surpreendido. Mesmo ao fim destes anos. Acontece que estava a falar com a minha mulher, a rainha - essa mesmo, que às tantas me diz que o Natal para ela é acordar e maravilhar-se com pão com queijo, deixado em cima da mesa de véspera. Que é isso que mais gosta do Natal. Acordar e encontrar pão meio duro para comer com queijo da Serra. Ao fim de quase 15 anos de anos de casado, descubro que a alegria natalícia depende de acordar perto de um pão de véspera com queijo da Serra. Ora eu que estou aqui para a fazer feliz, gostava muito de receber um pijama de pão com queijo da serra, que é para ela acordar e dar logo de caras com um pão de véspera com queijo. A parte do meio duro prefiro não comentar e a parte de ser um pão nunca me chamaram tal coisa a não ser as amigas mais velhas da minha mãe e que tinham cataratas e outras maleitas na vista, ao ponto da maioria delas estar a passar o Natal na companhia dos respectivos cães guia.
Posto isto resta-me agradecer a disponibilidade para atender a este pedido de última hora. Pijama de pão de véspera com queijo da serra - amanteigado. De ovelha.
Um abraço.
André

1 comentário:

Тияго disse...

Muito bom. E Feliz Natal, amigo André! =)

@tiagojbsoares