quinta-feira, julho 02, 2009

Ca nervos

Ora eu não podia ir à festa do loiro dos caracóis, porque à tarde tinha uma reunião do tipo "se me baldo bem me posso queixar de terem decidido o contrário do que eu quero". Posto isto nada mais natural, que para compensar a ausência, levasse comigo o caracóis a assistir à festa matinal do Sirenes. Elas bem me avisaram que estava em vigor uma regra que impedia irmãos de assistir a festas de irmãos, e que a bem a bem, era fazer-me de parvo, despir o bibe ao dos caracóis e roubá-lo para ir assistir à festa do Sirenes. Eu que tenho o QI de um poste telefónico, resolvi ir pedir licença à directora. Desisti quando o diálogo ia no ponto:
"Se o menino for assistir à festa do outro depois não pode entrar na escola durante a tarde"
"Então se não entra na escola à tarde não vai à festa. Levo-o comigo e se decide que ele não pode ir à própria festa depois falamos sobre esse tema."
"Não leva nada o menino"
"Eu tomo conta dele."
"Não leva o menino que foi decidido que não há irmãos a assistir às festas dos irmãos"
"Eu não decidi nada"
"Mas decidiu a escola"
"Não reconheço competências à escola para decidir sobre questões de irmãos"
"Mas é uma questão da escola, portanto decidiu assim e assim será"
Várias litros de ar engolidos em seco para não dizer palavrões e não ultrapassar os limites. Correndo o risco dos caracóis serem impedidos de participar na festa de fecho do ano, resolvi colocar o rabo entre as pernas e falar com o loiro para lhe dar as novas.
Por falar em rabo, e assim num repente aquele lembra-me o Pavilhão Atlântico, a mulher tem o dom de me irritar.

10 comentários:

Fernando Fonseca disse...

Incrível! Então a escola tem prioridade sobre a decisão dos encarregados de educação?

O que fundamenta essa decisão "pedagógica" que os irmãos não podem assistir à festa dos irmãos?

Coragem! Este ano já não há mais aulas.

Abraço,
Fernando

Rita Quintela disse...

e mudar de escola?

André disse...

Não fazia sentido Rita. Era como mudar de país por causa do José, ou do Aníbal. A escola, como as outras, tem virtudes e defeitos. A parte mais importante, da aprendizagem e dos afectos, está bem entregue às professoras.

Cool Mum disse...

A parte mais importante está assegurada, ok, mas os irmãos????

André disse...

O que mais me irritou foi a regra ser desinteligente e desigual (se a festa fosse à tarde, o irmão já podia assistir porque já não tinha que voltar para a escola naquele dia) e a intransigência no seu cumprimento. Eu ficava satisfeito com uma resposta do tipo "Muito bem leva o selva a assistir e se ele perturbar ou asneirar, volta para a sala sem passar pela casa de partida e sem receber os 2000 escudos"

filha do administrador disse...

eu ai, como gosto de surpresas até acredito que a escola tinha uma surpresa preparada que ficava estragada com a presença do irmão e regras são regras e a escola foi escolhida por ti por isso só tens que aceitar as regras eheh :D
já agora deves estar em festa esta tarde, fico à espera do que terá sido a surpresa

Mª João disse...

Se isso te consola, ao meu grande disseram que não podia lanchar porque assistiu à festa da irmã e a mesa era só para o 2º ano...o 4º ano lanchava na cantina!!!
Moral da história: aqui a JE emborcou pães de leite e Bongos até dizer chega...só que o estômago satisfeito não foi o meu LOL!!!
Falando num certo rabo, vou-te mandar uma foto que vais adorar, é só fazeres 2 dentes e um smile e deixares o resto à imaginação...

Filipa disse...

"Do silêncio faço um grito."

dream* disse...

Que estupidez! Irmão não podem assistir às festas de irmãos? Onde é que isso já se viu? Não faz o mínimo sentido! Há cada coisa mais estúpida...
Beijinho*

Ritinha disse...

Mas... Mas... Não acho justo... :(